/ / 4 meses
Blog

4 meses

Faz hoje 4 meses que comecei uma nova vida. Ainda me sinto a dar os primeiros passos em tudo o que sonhei. Parti sem expectativas e com o enorme desejo de poder viver todos os dias uma folha nova. Desenhar todos em diferentes locais é o que me faz ser feliz. Absorver culturas e conhecer pessoas que me mudem. E já são tantas… tal como esperava o nome World Skecthing Tour é eficaz, simples e directo o suficiente para que todos entendam o que ando a fazer. Mas após quatro meses, percebi, que quem me conhece pela primeira vez, fica a saber imediatamente assim que folheiam os meus cadernos. O nome aparece no fim da conversa, assim como quem pede para nos voltarmos a ver no futuro.

Algo incrível nesta viajem tem sido conhecer-me e conhecer os meus pais. Já não viajava com eles desde os meus 16 anos e aos 32 andarmos juntos nisto tem sido divertido e uma descoberta constante. Se antes de embarcarmos nesta aventura, partilhávamos uma parte da informação pessoal, hoje o cenário é diferente. Jogar em equipa e discutir estratégias é fundamental. Tenho lutado para cada vez mais sermos amigos e largar o distanciamento que grande parte das vezes existe entre pais e filhos.

Aprendo, com o verbo no presente porque todos os dias o faço, como se vive com pouco e como o pouco, por vezes, pode ser demais. Aprendo a desenhar sem medo de falhar e sem ninguém me castrar a minha criatividade. Aprendo em estar sempre atento. Aprendo a dizer o essencial e a escutar mais. A viver sozinho, embora muitas vezes tenha a companhia dos meus pais que me acompanham neste primeiro ano. Procuro sempre companhia dos locais para partilhar a minha passagem por ali e perceber melhor as cidades. Aprendo a fazer opções complicadas e com as decisões tomadas. Aprendi, com o verbo no passado porque não o quero repetir mais, que não se deixa quem se ama para trás. Aprendo a ir aprendendo.

Similar Posts

3 Comments

  1. Gostei tanto de ler. Sobressai “descobrir”. Sobressai “aprender”. Sobressai “renascer”. Sobressai “viver”. E tanto que se nos enche a alma.
    Um dia, em O Nome da Rosa, li “Aprendi com o meu mestre o sentido da recta via.” Tu aprendes, todos os dias, com o mestre mundo, em novos mundos e contigo mesmo, todos os dias. Em cada um deles, uma nova viagem cheia de novas descobertas, aprendizagens, renascimentos e vivências. Que bom! Por ti e por nós que contigo aprendemos. Obrigada.

  2. Belo texto, bela introspecção sobre o caminho percorrido e as vivencias que estás a ter… é uma aventura deslumbrante, que te está a enriquecer extraordinariamente, mas que enriquece todos os que te rodeiam, a comecar pelos teus pais, e a bela renovação da relação que estão a ter.

    Mas enriquece também todos os teus seguidores, ao partilhares as tuas experiencias, fazes-nos acreditar que vale a pena sonhar, e seguir esses sonhos.

    Um grande beijinho de obrigada!

  3. Palavras que reconfortam a Alma: Um espírito livre e tão nobre. Obrigada pela partilha de tão leves palavras, mas que chegam onde têm que chegar.
    Continuação de Bons Ventos!

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *