Projeto

World Sketching Tour

O projecto World Sketching Tour teve início em Março de 2012, quando decidi viajar pelos 5 continentes. A singularidade do World Sketching Tour foi descobrir o mundo enquanto o desenhava e conhecia os Urban Sketchers.

Desde então, nunca mais parei e o projecto despertou o entusiasmo de milhares de fãs, a atenção dos meios de comunicação social em todo o mundo, e as parcerias com marcas. Viajei pela Europa, Ásia, Oceânia, América do Sul, e África.

world map wst
luis simoes
Luís Simões

Português

Nasci em Lisboa, Portugal. Sou licenciado em design visual e fui Motion Designer durante 9 anos. Sou observador e uso a memória visual como se fosse a minha bússola. Quando saio, prefiro deixar a minha máquina fotográfica em casa e trazer um caderno para desenhar. Não tenho uma preferência por aquilo que mais gosto de desenhar, mas sou frequentemente atraído pelas vistas arquitectónicas pitorescas e complexas.

Em 2012 comecei a World Sketching Tour e, desde então, esse tem sido o meu estilo de vida. Mais intenso, mais para os outros, mais aberto sobre como olhar e julgar. A viagem fez-me sair de rotinas e lugares seguros, que muitas vezes me deixam dormente a ver a vida passar lentamente. O desenho despertou a minha curiosidade para “como será do outro lado da montanha”. Demorei 32 anos a seguir esta paixão que, pelo menos por agora, não posso viver dela, mas alimenta a minha alma mais do que qualquer trabalho que tenha tido até hoje.

anisa
Anisa Subekti

Indonésia

Nasci e cresci em Surabaya, Indonésia. Licenciei-me em Ciências do Desporto e trabalhei em hotéis como personal trainer em Bali. Tirei um curso de Yoga, dei aulas, e no meu tempo livre viajei por Bali.

A minha vida era bastante simples até conhecer o Luís na sua viagem por Bali. Em 2016, decidimos continuar juntos a World Sketching Tour e viajar para a América do Sul. Nunca tinha viajado tanto na minha vida e nem sequer sabia que se podia fazer uma viagem de bicicleta, mas como gosto de desporto, apaixonei-me imediatamente pela forma como vemos o mundo em duas rodas. Gradualmente encontrei o meu próprio ritmo como viajante e sendo uma parte activa do projecto. Hoje sou eu quem documenta toda a fotografia e vídeos e também todo o tipo de logística para o projecto.